Na estreia de Giba, Bugre cai para o Timbu e entra na zona da degola



Na estreia do técnico Giba no comando do Guarani o time campineiro não conseguiu reverter a sua sequência negativa no Campeonato Brasileiro da Série B e perdeu para o Náutico por 2 a 0 no Estádio dos Aflitos, no Recife. Os gols da partida foram marcados pelo volante Derley, no primeiro tempo, e pelo atacante Kieza, na etapa final.

Apesar da vontade do Guarani, que chegou a levar perigo ao gol de Gledson no final do primeiro tempo, o Náutico dominou durante a maior parte do tempo as ações ofensivas da partida. Para que isso ocorresse, a equipe pernambucana contou com gols marcados no início de cada tempo. Aos seis minutos da primeira etapa, Derley aproveitou sobra de bola na grande área e bateu cruzado. Já aos dez minutos da etapa final, Kieza demonstrou categoria ao dominar a bola na grande área e soltar uma bomba sem chances para o goleiro Emerson.

Com o resultado, o Bugre chegou à sua quinta partida sem vitória na competição nacional, manteve os seus nove pontos e entrou na zona de rebaixamento graças à combinação de resultados da rodada. Já o Náutico, que foi aos 13 pontos, se afastou da parte de baixo da tabela e agora já pode vislumbrar uma briga para entrar no G-4 nas próximas rodadas, já que a distância entre os clubes que ocupam a primeira metade da tabela ainda é muito pequena.

Na próxima rodada da Série B o Náutico irá visitar o Icasa, no próximo sábado, às 21 horas (de Brasília), em Juazeiro do Norte. Um dia depois, o Guarani fecha a décima rodada da competição recebendo o ABC-RN no Estádio Brinco de Ouro, às 11 horas (de Brasília), em Campinas.

O jogo - O Náutico não demorou a abrir o placar no Estádio dos Aflitos. Logo aos sete minutos, após falta cobrada por Eduardo Ramos pelo lado direito, Kieza dividiu com a zaga e a bola sobrou livre para Derley, que bateu cruzado de perna esquerda e marcou para os pernambucanos.

Melhor em campo, o time da casa não se acomodou com a vantagem no placar e seguiu criando chances de gol. Aos 23 minutos, Peter recebeu cruzamento de Jeff Silva e obrigou o goleiro Emerson a realizar uma boa defesa. Em seguida, Rogério e Eduardo Ramos também finalizaram com perigo contra a meta bugrina.

Pressionado, mas precisando do resultado para se afastar da parte de baixo da tabela da Série B, o Guarani ameaçou uma reação nos minutos finais do primeiro tempo, apostando principalmente nas jogadas aéreas. Dessa maneira, o atacante Fernandão cabeceou duas vezes contra a meta bugrina. Na primeira delas, o goleiro Gledson agarrou firme no meio do gol. Na segunda, a bola passou com perigo à esquerda da meta pernambucana.

Na volta para o segundo tempo, o Náutico retomou o domínio do jogo e obrigou o goleiro Emerson a realizar duas defesas em menos de dez minutos. Na terceira oportunidade que teve na etapa final o Timbu não falhou e ampliou a vantagem no placar. Após boa troca de passes, Kieza foi lançado no meio da área em posição legal, dominou com categoria e bateu forte, sem chances para o arqueiro do Bugre.

Com a desvantagem no placar o técnico Giba tentou melhorar o setor ofensivo do Guarani trocando Fernandão por Denilsom. Mesmo com a mudança, o Náutico seguiu melhor na partida e teve uma grande chance para ampliar o placar com Rogério que, com o gol livre, cabeceou em cima do goleiro Emerson após boa jogada de Kieza pela direita.

Mesmo com todas as alterações realizadas, o Guarani só levou perigo à meta do Náutico aos 44 minutos, quando Dadá perdeu uma chance incrível na pequena área e não conseguiu nem ao menos diminuir a desvantagem campineira nos Aflitos.

0 comentários: